Deputados desconhecem o país que representam

O déficit total da previdência federal, incluindo Regime Geral e RPPS  (servidores públicos)  em 2018 ficou próximo a R$ 300 bilhões. O que a reforma buscava originalmente era uma economia em torno de R$ 1,3 trilhão em dez anos, numa média de R$ 130 bilhões anuais, pouco mais de 40% do déficit. No entanto, foram tanto as supressões que essa economia não deve chegar a R$ 100 bilhões anuais, ou seja 1/3 do déficit. .

Neste texto abordaremos dois temas. O que trata da transferência dos recursos do PIS-PASEP  destinados a investimentos,  para  pagar aposentadorias e da exclusão da proposta dos estados e municípios.

 Transferência de recursos do PIS-PASEP para pagar aposentadorias

Um dos grandes empecilhos para o desenvolvimento do Brasil é a baixa taxa de poupança e de investimentos. Os economistas de um modo geral  dizem que a taxa de investimentos em relação ao PIB  para gerar um crescimento satisfatório teria que ser muito maior do que a atual, que está  em  15,92% (IPEA_DATA,  T4 2018). E isso vem de longe. Por exemplo,  em 2012,  nosso índice era 18% quando o México, o Peru e o Chile perfaziam uma média de 25% (Giambiagi e Shwartsman, Complacência, p.38).

A tabela 1.1 mostra a alta vinculação da receita líquida do Governo Central com a Seguridade Social, que está entre 66% e 67%, ou seja, 2/3. Então de cada R$ 3,00 da receita líquida da União R$ 2 são vinculados à Seguridade Social (Previdência, Saúde e Assistência Social).

Se tomarmos toda a receita líquida do Governo Central,  vamos ver que mais de 81% é aplicada (empenhada)  na Seguridade Social, índice esse que era de 67,6% em 2012. Então, temos uma participação alta e crescente da despesa com Seguridade na receita do Governo Central.

O mais grave disso tudo é o que “sobra” para as demais finalidades, que são desempenhas por 27 ministérios, (entre eles Educação que tem uma vinculação superior a 4% dessa mesma receita) e mais onze órgãos, os de maiores gastos, como STF, STJ, Senado Federal. Câmara Federal, Ministério Público, PGR Justiça do Trabalho, entre outros. Então, para todos esses ministérios e órgãos e, ainda, para fazer superávit primário, restam menos de 15% de receita.

Para ler o texto completo, com tabelas e gráficos, clique no link seguinte: Deputados desconhecem o País que representam

Adicione um comentário