Artigos

  • Orçamento de papel da União e as falsas interpretações

    O fato de os juros da dívida pública  serem tão altos não justifica o procedimento adotado por muitos leigos ou mal-intencionados de agregarem a dotação bruta da dívida pública na formação da base  de comparação das demais despesas, porque distorcem as informações.

    É exemplo disso o fato de dizer que 51% do orçamento federal são canalizados para […]

  • O custo do populismo

    A imprensa informa diariamente a corrupção no setor público e isso gera uma crença generalizada que ela é a maior causa de nossas mazelas sociais.

    No entanto, a corrupção, por mais abominável que seja, porque rouba o muito do indispensável aos mais necessitados, contribuiu muito para nossos males, mas a principal causa deles está no populismo […]

  • Abrindo os números da Prefeitura

    Sem entrar no mérito das propostas da Administração Municipal, o que muitos já fizeram, inclusive eu, em outra oportunidade, vou analisar a situação financeira do Município.

    Para alguns, o Município é superavitário, as informações da Prefeitura são mentirosas e o secretário da Fazenda é incompetente, quando se sabe que se trata de uma pessoa  muito bem […]

  • Perdas da Lei Kandir, o falso diagnóstico

    Os Estados,  de um modo geral,  atribuem às denominadas perdas da Lei Kandir a culpa por todas suas mazelas financeiras. De fato, as transferências federais vêm caindo e perdendo  importância no contexto das receitas correntes estaduais. No Estado do RS, por exemplo, as transferências federais eram 13,7% das receitas correntes em 2000 e em 2017 […]

  • Cenários para o Estado do RS, 2019-2025

    Calculamos alguns cenários para o Estado do RS, fazendo algumas combinações que permitem projetar o resultado orçamentário (receita total menos despesa total), nos diversos anos acima referidos. Não consideramos as operações de crédito e nem a receita de venda de bens patrimoniais, porque a finalidade foi calcular a necessidade de financiamento em cada ano.

    Com base […]

  • Casa grande e senzala

    Os servidores do Poder Executivo, com exceção dos pertencentes à  segurança pública que receberam aumentos no governo anterior,  estendidos até 2018, os demais não foram contemplados  nem com a reposição da inflação, ou parte dela, durante o atual governo.

    E não receberam reajustes porque o governo do Estado não quis conceder?  Não. Porque ele recebeu o […]

  • Estamos vivendo em 2011 na economia

    Diz um ditado popular que casa onde não há pão todo mundo grita e ninguém tem razão. Não é bem isso que acontece com o nosso Brasil, porque alguns poucos têm e mais do que o pão em demasia. Mas a muita gente não tem nem mesmo o pão nosso de cada dia.

    Esse pão nosso […]

  • Crise dos combustíveis e populismo

    No imaginário popular, o governo é uma entidade à parte do cidadão, que tudo pode, que dispõe de uma fonte inesgotável de dinheiro. E essa crença encontra guarida nos governos populistas, sempre dispostos a atender aos anseios presentes dos cidadãos, sem se preocuparem com os prejuízos futuros que causarão aos próprios cidadãos.

    O que ocorreu com […]

  • Um candidato desinformado

    Um candidato à Presidência da República, numa  entrevista, fez umas afirmações sobre nosso Estado que não coincidem com a realidade.

    Diz que a Federação colocou os Estados num jugo, quando fez o acordo da dívida de 1998, quando foi esse acordo que os retirou do colapso financeiro, ao substituir uma taxa de juros real de 23% […]

  • Carga tributária nacional e sua distribuição

    Existe uma afirmação generalizada de que a carga tributária é concentrada na União e que o governo federal não a redistribui porque não quer.

    Nessa afirmação há uma verdade e um engano. A verdade é que a União fica com a maioria dos recursos, pois de tudo o que foi arrecadado em tributos e contribuições  em […]