Finanças públicas

  • Crise do Estado: a verdade esclarecedora

    O Senhor ex-governador publicou no jornal Zero Hora de 6 do corrente um artigo intitulado “Crise do Estado: Sinceridade Esclarecedora”, do qual tenho muitas divergências, que passo a comentá-las.

    Em primeiro lugar quero esclarecer que a crítica maior do artigo foi ao Senhor  vice-governador com quem não mantenho nenhuma relação de amizade, apenas o conheço,   por […]

  • O grande impasse estadual

    Diante das últimas notícias, parece que ficou difícil a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) que zera as prestações da dívida por três anos, prorrogável por mais três, neste caso com pagamentos escalonados e crescentes, recompondo a prestação no 36º mês.

    A adesão ao RRF é a condição para eliminar um déficit superior a R$ […]

  • Congelar o teto

    Sei que vou desagradar muita gente, mas não ficaria bem, se deixasse de expressar o que penso.

    A remuneração dos membros do Supremo Tribunal Federal aumentou 16,38% o que não seria problema, não fosse a repercussão desse reajuste na remuneração de muitas categorias que estão no pico da pirâmide salarial.

    Essas vão receber um aumento salarial no […]

  • Estado, esse desconhecido

    Para entender as finanças estaduais basta fazer uma continha simples, assim: Da cada 100 arrecadados, 50 é gasto automaticamente ou tem destinação específica. As demais despesas correspondem a 65, restando, portanto, 15 a descoberto. Só que para gerar esses 15 necessita aumentar em mais de 25. E isso não ocorre de uma hora para outra. […]

  • Paraná e Santa Catarina poderão ser o RS amanhã?

    Embora os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul (nessa ordem) apresentem grande deterioração de suas contas, os outros três estados, entre os seis selecionados para comparação, exceto São Paulo, não estão bem. O Estado de São Paulo, dos seis escolhidos, é o que está em melhor situação. Proporcionalmente, é […]

  • Orçamento de papel da União e as falsas interpretações

    O fato de os juros da dívida pública  serem tão altos não justifica o procedimento adotado por muitos leigos ou mal-intencionados de agregarem a dotação bruta da dívida pública na formação da base  de comparação das demais despesas, porque distorcem as informações.

    É exemplo disso o fato de dizer que 51% do orçamento federal são canalizados para […]

  • O custo do populismo

    A imprensa informa diariamente a corrupção no setor público e isso gera uma crença generalizada que ela é a maior causa de nossas mazelas sociais.

    No entanto, a corrupção, por mais abominável que seja, porque rouba o muito do indispensável aos mais necessitados, contribuiu muito para nossos males, mas a principal causa deles está no populismo […]

  • Abrindo os números da Prefeitura

    Sem entrar no mérito das propostas da Administração Municipal, o que muitos já fizeram, inclusive eu, em outra oportunidade, vou analisar a situação financeira do Município.

    Para alguns, o Município é superavitário, as informações da Prefeitura são mentirosas e o secretário da Fazenda é incompetente, quando se sabe que se trata de uma pessoa  muito bem […]